domingo, 16 de janeiro de 2011

Análise de quitar o financiamento do meu carro

O pagamento das parcelas do meu carro vinha atormentando minha mente, na questão de quitar tudo de uma vez e obter o desconto utilizando minha reserva ou continuar pagando parcelado.
Então fiz esta planilha com os dados reais. Clique aqui.

Conclusões:
O desconto à vista não é tão grande quanto pagar parcelado se a reserva estiver investida em CDI ou Tesouro Direto.
Se a reserva investida estiver em renda variável e gerar mais de 1% bruto ao mês já vale a pena pagar parcelado. (para este caso específico).

Melhor que seguir regras e conceitos pré definidos,como "pagar o financiamento mais rápido possível" é melhor analisar com números, planilhas se realmente é válido.

Enfim.Devo continuar a pagar parcelado, pois acredito que irei conseguir uma rentabilidade bruta de 1% ao mês neste período do parcelamento.Não é uma rentabilidade tão difícil de atingir agora que estou na estratégia de 50% em renda fixa e 50% em renda variável. Vale a pena tentar, pois mesmo se não conseguir, o prejuízo não será tão grande.




Descubra os segredos de como não ser enganado por vendedores de carros, corretores, concessionárias, mecânicos e economizar de R$ 1.000,00 a R$ 5.000,00 todos os anos! 

24 comentários:

  1. Depois que você já embarcou no financiamento, o efeito é irreversível. Geralmente usa-se a tabela price, ou seja, no início, você paga mais os juros, e no final você amortiza mais a dívida. Assim, quitando no meio do financiamento, você não está eliminando os juros, pois já pagou por eles.

    Embarquei nesta de financiamento tb. E, quando tinha um dinheiro pra quitar, percebi que seria quase o valor que eu tinha financiado, sendo que muitas prestações já tinham sido pagas. Fui questionar a funcionária deles e ela disse: "Mas quando se financia, o valor pago é quase o dobro, mesmo". Me senti um trouxa e espero não financiar mais carros.

    O desconto é absurdo quando você junta a grana antes, e paga o carro à vista. Mas se já financiou, só lamento.

    Esse post, tem a ver com essa situação:
    http://www.valoresreais.com/2010/09/14/estabelecendo-um-plano-plurianual-para-a-troca-do-carro-2-alternativas-de-investimentos/#comment-3668

    ResponderExcluir
  2. Pois é Elton,
    Pelo menos eu dei metade do valor como entrada.
    Pior que tinha a grana toda para pagar a vista.
    Mas a inexperiência de investidor, esperando que a bolsa desse mais de 2% bruto ao mês, preferi não tocar no dinheiro de investimento.
    Posso continuar errado em achar que poderei conseguir mais de 1% ao mês neste momento...Mas vou apostar minhas fichas nisso.
    Tb não espero financiar mais nenhum carro. Ou também se o juros for menor que o do tesouro direto, até estudo a possibilidade de comprar parcelado.
    No final das contas,se estivermos pagando um juros menor do que conseguimos gerar compensa comprar parcelado. Penso nisso também na questão de compra de casa própria com financiamento de 8,5%+TR do governo por exemplo.
    abs

    ResponderExcluir
  3. Elton, tudo bem?
    Quem escreve é Roberta Scrivano, sou repórter do jornal O Estado de S. Paulo e gostaria de conversar com você por telefone sobre esse post e o seu cálculo. Me escreve com o seu contato? roberta.scrivano@grupoestado.com.br
    Aguardo e agradeço.

    ResponderExcluir
  4. Investidor defensivo, quero conversar com você também. Topa?

    ResponderExcluir
  5. Olá Roberta! Claro!
    Já começamos o contato via e-mail!
    abs!

    ResponderExcluir
  6. ID,

    1% ao mês antes do IR em RF está tranquilo, ainda mais com o aumento de hoje da Selic em 0,5.
    Agora descontado o IR não tem como.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Investidor Defensivo,

    Como diriam os Mamonas Assassinas, "antes um peito na mão do que dois no sutiã" kkk.

    O retorno da quitação é garantido. O da RV, mera expectativa.

    Abraços,

    VR.

    ResponderExcluir
  8. Jonatas,
    Pois é, por este lado o aumento da selic foi bacana! rs
    Não estou contando só com RF, estou contando com um rendimento bem modesto e possível da RV neste período.

    abs!


    VR,

    Os últimos 12 meses a bolsa acumulou apenas 1,04%. Acho que tem fôlego pra 1% ao mês bruto de RV sim.

    E outra, o desconto de pagar à vista seria ainda menor. Não coloquei dos cálculos o imposto de renda que teria que pagar sobre o rendimentos se retirasse o dinheiro das aplicações. Então o desconto ainda seria menor do que R$ 416,43.
    Enfim, estou apostando em algo que acho que
    a probabilidade é bem maior de acontecer.
    Se estiver errado também, acho que o prejuízo vai ser pouco. Compensa o risco.

    Mas vou acabar com as 2 mãos nos peitos, vc vai ver! :-) :-P

    ResponderExcluir
  9. Ola, meu nome é messias estou trabalhando e ganho 1.800,00 observei os comentários e achei muito bom, estou começando a estudar sobre ações e gostaria de algumas dicas para que eu possa investir esse dinheiro para haver retorno no futuro.
    Agradeço a todos

    ResponderExcluir
  10. Olá Messias,
    Primeiro passo é gastar menos do que ganha para poder investir o que sobra.
    A dica que posso dar é o que estou fazendo. Investindo 50% em renda fixa e 50% em renda variável (com PIBB11).
    Mas não espere rendimentos milagrosos, de mais de 8% líquidos com ações ao longo dos anos.
    Devemos tb sempre pensar em aumentar nossa renda, para poder aumentar os aportes de investimentos. Foque em aumentar o seu salário. Menos dinheiro investido, mais tempo irá demorar para acumular um bom dinheiro.
    Convém lembrar que este dinheiro que vc quer investir, seja um dinheiro que vc não irá precisar por daqui uns 5 anos, pelo menos.
    abs!

    ResponderExcluir
  11. Cara, me desculpe, mas acho que vc fez a conta usando um valor errado. O valor base que vc tem que utilizar como "reserva" é o da coluna "C" R$ 9.000,00, ja que ele que vc tiraria da reserva e usaria pra quitar o carro. Mas a dica é boa, estou na mesma situação que vc, por isso vim a net procurar o que fazer pra tirar a pulga que ficou atras da minha orelha. Como esse desconto é um lixo, eu queria provar pra mim mesmo que nao vale a pena quitar. Vou ver como ficara minha situação e volto aqui pra dizer a você. Grande abraço e valeu.

    Ricardo Passos

    ResponderExcluir
  12. Ricardo,
    Vc me fez fritar muitos neurônios aqui.rs
    Seguinte. Seu pensamento está certo. Mas a planilha também está correta.
    A planilha está montada com o pensamento não de usar a reserva. A estratégia é continuar pagando mensalmente com o seu salário mensal as parcelas. Vantagem disso:
    - O valor do montante investimento só aumenta,com isso cada vez é maior o seu rendimento a cada mês.(isso com expectativa de rendimento >= 1% ao mês bruto)
    - Vc não faz retiradas mensais no seu investimento. Retirada gera custo, imposto etc.
    - Se vc estivesse fazendo retirada no investimento para pagar as parcelas, os 572 reais que vc não utilizou do seu salário, o ideal seria investí-lo. E não em poupança. Para investir em renda variável, também gera custos.

    No meu caso e ainda mais com todos estes custos, estou achando mais ainda que não vale a pena quitar.
    O ideal é vc colocar suas informações em uma planilha e analisar. Pq depende tb quantas parcelas vc está pagando, o valor do juros do financiamento, etc.
    Volte mesmo. É interessante pra mim e para os visitantes do blog. Se puder, até publique no google docs e passe o link.
    Abs e obrigado por analisar detalhadamente a planilha! :-)

    ResponderExcluir
  13. Cara,

    Muito boa sua planilha. Só fiquei com dúvida no final.Pode explicar pq que a diferença entre a renda variável e fixa é que determina se vale a pena quitar ou não ? É possível fazer a análise apenas com renda fixa ?

    Estou tentando adaptar a planilha para o meu caso. Tenho 02 carros um Uno quitado e um Pálio
    ainda com 40 parcelas de R$ 867,00 para pagar. Para quitação antecipada teria que pagar cerca de R$21.000,00, que é exatamente o valor que consigo pegar na venda.

    Minha dúvida é justamente analisar a melhor opção:

    1) Se vendo o Pálio, basicamente quitando a dívida, sem receber nenhum $ e fico com o Uno.

    2) Se vendo o Uno e uso a grana para fazer uma outra aplicação e continuo pagando o finacimento do Pálio

    3)Se vendo o Uno e uso a grana (mais uma reserva que tenho) para quitar o finacimento do Pálio.


    Obrigado, Rodolfo SP

    ResponderExcluir
  14. Olá Rodolfo,
    No caso a "diferença entre a renda variável e fixa é que determina se vale a pena quitar ou não" é
    pq tenho aplicado parte do meu dinheiro em renda variável. E a renda variável que irá gerar
    o rendimento que preciso para ser vantajoso continuar com o dinheiro investido.
    É possível sim fazer a análise apenas com renda fixa. Basta vc colocar no
    "rendimento renda variável bruto" um rendimento de renda fixa... coloque 0,80% por exemplo.
    Vc vai ver que o "Diferença (Renda Variável - Renda Fixa)" dará negativo. Ou seja, quitar seria melhor do que manter seu
    dinheiro aplicado. Sobre a melhor opção, vc vai ter que montar sua própria planilha com os 3 casos.Faça os cálculos bem detalhados.
    Mas vendo aqui,
    34.680 - 21.000,00 = 13.680,00 corresponde a 39,44% de desconto que vc está tendo.É muita coisa.
    Suspeito que é melhor vc quitar. O desconto no meu caso era de apenas 12,36%. Ou seja,
    vc terá que obter um rendimento em renda variável muito maior do que o meu caso. Aplicando
    só em renda fixa, não conseguiria.
    Outra questão é que não sei a necessidade sua de ter 1 ou 2 carros e outros fatores pessoais.
    boa sorte!

    Abs!

    ResponderExcluir
  15. Amigo,

    No meu caso, tenho ainda 42 parcelas de R$ 313,59, totalizando R$ 13.170,48. Recebi uma proposta de quitação da financiadora no valor de R$ 10.946,68, resultando em 20,31% de desconto.
    Tenho esse dinheiro (R$ 10.946,68) aplicado na poupança. O que vc me orienta a fazer?
    Muito Obrigado!

    ResponderExcluir
  16. Olá Anônimo,

    Esse desconto bruto que vc citou dá 16,88% e não 20,31%

    E o desconto real aproximado é mais ou menos R$ 1.042,26. Isso dá uns 7,91%, colocando a poupança rendendo
    0,55% ao mês.

    Ou seja. Mesmo assim acho que vale a pena.

    Mas se vc tiver só este dinheiro e mais nada, melhor pagar parcelado.
    Ficar sem um colchão de segurança, não acho bom.

    Baixe a planilha e confira se fiz os cálculos corretamente.
    https://docs.google.com/spreadsheet/ccc?key=0Amiol_bBFpTNdFg2UjlkSi01NGpjMk9JU01Xcnc2M1E

    ResponderExcluir
  17. Ola Amigo.

    Estou em uma situação que também não sei se é melhor quitar meu carro ou guardar o dinheiro. Tenho um financiamento que paguei apenas 11x 986,84 e ainda restam 37 parcelas. Continuando a pagar normalmente daria um total de R$36.513,08. O valor para quitação hoje é de R$25.919,10 (29,01%).
    Porém, acabei de me livrar de um consórcio contemplado, pelo qual estou recebendo R$28.000,00. Este valor daria para quitar o carro e ainda restaria um pouco. Meu pensamento é em quitar o carro e assim ficar sem a prestação de R$986,84 e já estou livre da prestação do consórcio R$681,00. Porém esses dois valores já estão encaixados em meu orçamento doméstico e poderia mante-los normalmente. Seria vantagem eu quitar o carro e aplicar esses dois valores (R$1.667,84) durante os 37 meses que ainda restariam, ou aplicar os R$28.000,00, podendo aporta-lo mensalmente em R$700,00 e continuar com a prestação do carro, que vale hoje R$47.000,00.

    Não sei se consegui ser claro e gostaria de mais opniões sobre o assunto

    Grato

    Renato

    ResponderExcluir
  18. Olá Renato e caros visitantes do blog.
    Infelizmente não posso ficar analisando caso a caso de financiamento.
    O mais importante, creio que já pude fazer. Instigar vocês a analisarem com muito cuidado a melhor forma de gastar o dinheiro. Isso é a verdadeira inteligência financeira.
    Abs!

    ResponderExcluir
  19. Achei interessante a planilha, principalmente, para saber qual é o "desconto real".
    No entanto, compartilho aqui qual a linha de raciocínio que estou adotando para tomar minha decisão sobre quitar ou não antencipadamente o financiamento do veículo:
    Valor da Parcela fixa: R$ 850,28.
    Quantidade de Parcelas Restantes: 28
    Total a pagar: R$ 23.807,34
    Valor para quitação: R$ 19.068,81
    Desconto bruto:R$ 4.739,03

    Pois bem. Fiz duas proposições:
    1º - Se eu aplicar R$ 850,00 (valor da parcela) durante 28 meses, a uma taxa de 0,55% am ou 6,80 % aa (remuneração média da poupança, mas cada um deve estimar a taxa de retorno conforme o tipo de investimento que possui), no final terei acumulado R$ 25.803,95.
    2º - Logo, para que o capital inicial de R$ 19.068,81 (valor desembolsado para quitação), em 28 meses, chegue ao montante de R$ 25.803,95, o capital inicial deve ser aplicado, no mínimo, a uma taxa de 1,086% am ou 13,84% aa.

    Resumindo: verifico se tenho como aplicar os R$ 19.068,81 em algum investimento que me renda, no mínimo 1,086% am ou 13,84% aa durante os próximos 28 meses. Caso não vislumbre essa possibilidade, quito o financiamento.
    Entendo que outros fatores, estritamente pessoais, devem ser levados em consideração na hora de quitar antecipadamente o financiamento, como a pessoa ter um "colchão de segurança" após saldar a dívida, disciplina para redirecionar o valor da parcela até então paga a financeira para a poupança (ou outra aplicação, conforme o caso), etc.
    Cálculo efetudado no link:
    https://www3.bcb.gov.br/CALCIDADAO/publico/exibirFormCalculoValorFuturoCapital.do?method=exibirFormCalculoValorFuturoCapital

    O que acha sobre o raciocínio, Investidor Defensivo? Aguardo sugestões/críticas!
    E parabéns pelo blog.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      Seu raciocíonio parece estar correto.
      Fiz abaixo apenas uma simulação considerando a inflação.


      Caso 1:
      Vc Quitou R$ 19.068,81 e aportou 850 por mês.


      https://www3.bcb.gov.br/CALCIDADAO/publico/calcularAplicacaoDepositosRegulares.do

      Aplicação com depósitos regulares
      Número de meses: 28
      Taxa de juros mensal: 0,2466% (calculei vc conseguindo rendimento de 3% ao ano acima da inflação, lucro liquido, com o tesouro direto, por exemplo)
      Valor do depósito regular:850
      Valor obtido ao final: ---calculou ---> 24.670,21

      Resultado:
      R$ 24.670,21 na sua conta.


      Caso 2:
      Não quitou. Pagou 23.807,34 no total ao longo dos meses.
      Isso considerando que vc recebeu o salário e pagou 850 todo mês.
      E fez os 19.068,81 que vc já tinha render.


      https://www3.bcb.gov.br/CALCIDADAO/publico/exibirFormCalculoValorFuturoCapital.do?method=exibirFormCalculoValorFuturoCapital

      Valor futuro de um capital Simule o valor futuro de um capital

      Número de meses: 28
      Taxa de juros mensal: ---calculou --> 0,9240% (isso dá 11,66% líquido ao ano, acima da inflação)
      Capital atual: 19.068,81
      Valor obtido ao final: 24.670,21 (simulando com valor que empata com a situação 1)

      Resultado:
      R$ 24.670,21 na sua conta.

      Para empatar, você teria que ter um rendimento de 11,66% líquido ao ano, acima da inflação.
      Ponha uns 5% de inflação, o seu rendimento bruto teria que ser uns 16,66% ao ano.
      Não conheço nada no Brasil em renda fixa que consiga isso.

      Antigamente eu arriscaria em renda variável.Atualmente prefiro não arriscar e quitar.

      abs!

      Excluir
    2. Ok, legal então, Investidor Defensivo!
      Parabéns aí, mais uma vez, pela iniciativa de desenvolver esse tema.
      Valeu!
      KR

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...